Nematelmintos - Resumo de Biologia (características gerais, doenças, reprodução)



Assunto: Nematelmintos (Filo Nematoda)
Tópicos: características gerais, doenças, reprodução


Características Gerais


Os nematelmintos (nematoides) são animais triblásticos, pseudocelomados (mesoderme reveste parcialmente a cavidade do corpo) e possuem simetria bilateral. Diferentemente dos platelmintos, eles possuem corpo cilíndrico e alongado. Além disso, o corpo deles é afilado nas extremidades e não é segmentado. Há espécies de vida livre, enquanto que existem espécies parasitas facultativas, parasitas apenas como larvas ou como adultos e também parasitas durante seu ciclo biológico inteiro. 

Obs: Nematoides são os únicos vermes que parasitam plantas.


Podem ser microscópicos, sendo que em algumas em algumas espécies eles podem alcançar até um metro de comprimento. A parede do corpo é formada por uma cutícula que protege contra atrito ou contra agentes químicos do hospedeiro. Abaixo da cutícula há uma epiderme e, ainda, a musculatura que é composta por músculos longitudinais. Possuem sistema digestório completo, com boca e ânus, e o sistema excretor pode ser glandular ou tubular. 






Reprodução dos Nematelmintos 


A reprodução dos nematelmintos é sempre sexuada. A maioria dos nematoides é dioica (poucos são monoicos) e as fêmeas são maiores do que os machos. Após a fecundação da fêmea pelo macho, os ovos que se desenvolvem são muito resistentes e podem gerar até quatro tipos de larvas. O crescimento é feito por ecdises, isto é, por mudas da cutícula.

Doenças


A ascaridíase é causada pelo nematoide Ascaris lumbricoides (lombriga). As larvas de Ascaris podem estar em frutas e em verduras mal lavadas, como também na água mal tratada. Quando ingeridas, as larvas parasitam o intestino delgado humano, sendo que podem parasitar outros órgãos como coração e pulmões, provocando náuseas, cólicas e reações alérgicas.

Outra doença é o "amarelão", que pode ser causado por dois nematoides: o Ancylostoma duodenale e Necator americanus. Os ovos fecundados podem estar em solos próximos a áreas sem saneamento básico e ao terem contato com corpo humano eles penetram através da pele. Em geral, eles se alojam no intestino delgado, causando anemia intensa e debilitando a vítima ao ponto de fazê-la adquirir coloração amarelada (justificando o nome da doença).

A elefantíase (ou filariose) é causada pelo Wuchereria bancrofti. Diferente de outros tipos de nematoides, os nematelmintos que causam a elefantíase costumam parasitar o sistema linfático da vítima. Quando impedem a passagem da linfa, eles ocasionam crescimento exagerado dos órgãos. O mosquito do gênero Culex é o vetor da doença, pois no momento em que pica uma pessoa infectada ele adquire os embriões do nematoide, passando a infectar outras pessoas. 
Próximo
« Prev Post
Anterior
Next Post »