Cordados - Resumo de Biologia

cordados resumo características gerais exemplos classificação



Assunto: Cordados (Filo Chordata)
Tópicos: características gerais, classificação

Os cordados (Filo Chordata) são seres muito diversos e englobam desde animais que habitam ambientes de água doce e salgada até os terrestres. Fazem parte dos cordados, por exemplo, os peixes, os mamíferos, as aves, os anfíbios, os répteis. Nós, seres humanos, também fazemos parte dos cordados (somos mamíferos). 

Cordados: Características Gerais


Nos cordados, ocorreu um marco na evolução: eles são tetrápodes (ou seja: possuem quatro membros). Obs: ser humano, que faz parte dos cordados, é considerado bípede pelo fato de se locomover com o apoio de dois membros (duas pernas), mas também é um tetrápode porque tem quatro membros (duas pernas e dois braços). 

Os cordados dividem-se em protocordados e eucordados. Os protocordados não têm coluna vertebral e caixa craniana. Já os eucordados, possuem coluna vertebral e crânio.

A principal característica dos cordados é a presença de uma notocorda (ou corda dorsal). A notocorda do embrião é um bastão fibroso responsável pela sustentação do corpo, que no adulto acaba se transformando na coluna vertebral. Além disso, esses animais são deuterostômioscelomados e possuem simetria bilateral

Os cordados também possuem um cordão (ou tubo) nervoso dorsal, diferentemente dos grupos anteriores, que possuíam um cordão nervoso duplo na região ventral. 

Os protocordados, peixes adultos e demais embriões de outros cordados possuem fendas faringeais (ou branquiais), que são orifícios na faringe que auxiliam na filtração de alimentos e/ou respiração. 

Também possuem cauda locomotora que aparece em algum estágio do desenvolvimento. Obs: os seres humanos possuem apenas uma estrutura vestigial que representa a cauda: o cóccix (aquele pequeno osso que fica entre as duas nádegas). 

Classificação dos Cordados


O Filo Chordata se divide em três subfilos: Urochordata, Cephalochordata e Vertebrata


Subfilo Urochordata: são invertebrados marinhos, e podem ser sésseis ou de vida livre, solitários ou coloniais. São filtradores e têm o corpo recoberto por uma túnica de celulose e proteínas chamada tunicina (por isso podem ser chamados também de "tunicados"). A notocorda aparece apenas na fase larval e reduz-se à região caudal. 

Os urocordados têm três classes principais: Ascidiacea, Thaliacea e Larvacea.

Daremos um destaque para a classe Ascidiacea. Esta classe pertence às seringas-do-mar (ou ascídias), que são animais com corpo em forma de um saco. São sésseis e possuem duas aberturas (chamadas de sifão oral e de sifão atrial). O sifão oral é dotado de tentáculos e está relacionado à filtração de partículas alimentares, enquanto que o sifão atrial é encarregado de receber detritos do ânus e gametas dos gonodutos. 

Subfilo Cephalochordata: são animais marinhos bentônicos e filtradores. São delgados e comprimidos lateralmente, possuindo extremidades afiladas. Possuem notocorda bem desenvolvida que se estende da cabeça à cauda até a vida adulta. Neste subfilo estão os anfioxos, que são parecidos com os peixes (eles podem nadar, mas também podem permanecer escondidos no fundo do mar).

Subfilo Vertebrata: os subfilos anteriores (urocordados e cefalocordados) referiam-se aos protocordados. Já os animais do subfilo Vertebrata são eucordados e, por serem eucordados, as principais características que reúnem os animais deste grupo é a presença de uma coluna vertebral e de uma caixa craniana, que protege o encéfalo. 

O Subfilo Vertebrata se divide em duas superclasses: Agnatha e Gnathostomata. 

·    Agnatha: são animais que não possuem mandíbulas ou vértebras típicas e possuem uma única classe chamada Cyclostomata. Além disso, a caixa craniana e vértebras são cartilaginosas e possuem uma boca circular na região ventral do corpo, que é alongado e não possui escamas. Exemploslampreias e os peixes-bruxa. As lampreias são parasitas e podem ser marinhas ou dulcícolas. Já os peixes-bruxa são exclusivamente marinhos e podem se alimentar de peixes ou pequenos invertebrados. 

Gnathostomata: possuem mandíbulas e nadadeiras pares. A aquisição de mandíbulas permitiu explorar novos nichos, manipular objetos, cavar buracos e construir ninhos, enquanto que a aquisição de nadadeiras pares possibilitou que esse animais as utilizassem para dar impulso durante a locomoção na água, como também possibilitou a proteção contra predadores (presença de espinhos e veneno). Divide-se em duas superclasses: Pisces (Peixes) e Tetrapoda (Tetrápodes).


Os peixes (superclasse Pisces) são divididos em duas classes: Chondrichthyes (peixes cartilaginosos) e Osteichthyes (peixes ósseos). Você pode acessar o nosso resumo sobre os peixes clicando aqui

Os tetrápodes (superclasse Tetrapoda) são divididos nas classes dos anfíbios, dos répteis, das aves e dos mamíferos. Como esse assunto é importante, nós fizemos um resumo para cada uma dessas classes:


Próximo
« Prev Post
Anterior
Next Post »