Anfíbios: características gerais (respiração, reprodução, circulação) e classificação

anfíbios características gerais classificação respiração circulação reprodução


Assunto: Anfíbios
Tópicos: características gerais dos anfíbios (respiração, circulação, reprodução, exemplos), classificação dos anfíbios.


Anfíbios: Características Gerais


Os anfíbios são vertebrados (podem ser aquáticos ou terrestres) que evoluíram a partir de peixes pulmonados. Eles têm pele úmida, muito vascularizada e com glândulas mucosas e de veneno. A respiração é cutânea (ou seja: respiram através da pele) e são animais pecilotermos

O coração dos anfíbios possui dois átrios e um ventrículo e a circulação é fechada (sangue passa por vasos), dupla (passa duas vezes pelo coração) e incompleta (o sangue não-oxigenado mistura-se ao oxigenado no coração). Possuem sistema digestório completo (com cloaca) e excretam ureia.


Sobre a reprodução, a fecundação dos anfíbios é geralmente externa, sendo que sua fase larval e juvenil ocorre na água. Seu desenvolvimento é indireto, formando ovos envoltos por cápsulas gelatinosas, que passarão pela fase de girino (no caso dos anuros) até a metamorfose e vida adulta. 

Observação: nos girinos a respiração é branquial.

Os anfíbios se classificam em três ordens: Apoda, Urodela e Anura.

Ordem Apoda (=Gymnophiona)


São as cecílias e cobras-cegas (não confundir com os répteis também chamados "cobra-cega" ou "cobra-de-duas-cabeças"). A ordem Apoda possui atualmente 192 espécies no mundo, vivendo na água ou em fossas. Elas têm corpo alongado, cilíndrico e liso (sem escamas), sem cauda (ou com cauda curta) e olhos reduzidos (ou ausentes).

Ordem Urodela (=Caudata)


São as salamandras. A ordem Urodela possui 652 espécies pelo mundo, que podem ser terrestres ou aquáticas. Possuem quatro membros, cauda e também uma língua especializada na captura de presas. Seu corpo pode ter entre 3cm e um metro.


Ordem Anura


São os sapos, rãs e pererecas. Atualmente a ordem Anura conta com 6.480 espécies,que vivem em beiras de rios, lagos, córregos. Possuem corpo curto e largo com quatro pernas, mas não possuem cauda. As pernas são adaptadas ao salto. Os machos possuem saco vocal para o canto, que pode servir para várias ocasiões, como acasalamento, demarcação de território, encontro entre machos, predação, reciprocidade entre fêmeas e machos, etc.
Próximo
« Prev Post
Anterior
Next Post »