Tecido Conjuntivo - Resumo de Biologia




Assunto: Tecido Conjuntivo
Tópicos: tecido conjuntivo propriamente dito, transporte, sustentação

Tecido Conjuntivo


O tecido conjuntivo tem função de unir, sustentar e nutrir outros tecidos. Diferentemente do tecido epitelial, o tecido conjuntivo apresenta elevada quantidade de substância intercelular (ou matriz) que preenche os espaços entre as células. A matriz é composta por duas porções: a substância amorfa (água, polissacarídeos e proteínas) e as fibras (dos tipos elásticas, colágenas e reticulares). 

Tipos de células do tecido conjuntivo


Uma característica peculiar do conjuntivo é seu variável tipo celular. Existem 6 tipos principais: células mesenquimatosas indiferenciadas (capazes de formar vários tipos de células do conjuntivo), macrófagos (protegem o tecido contra agentes externos), fibroblastos (mais frequentes no conjuntivo, síntese de proteínas da substância intercelular), mastócitos (anticoagulantes e vasodilatadores), plasmócitos (formam os anticorpos, relacionados à defesa do corpo) e células adiposas (grandes células que armazenam lipídeos). 

Tipos de tecido conjuntivo


O tecido conjuntivo é dividido em três tipos:  

1) Tecido conjuntivo propriamente dito: com propriedades gerais (frouxo e denso) e com propriedades especiais (hematopoiético: mieloide e linfoide e tecido adiposo)   

2)Tecido conjuntivo de transporte: sanguíneo e linfático

3)Tecido conjuntivo de sustentação: cartilaginoso e ósseo

Cada um desses tipos de tecido também possui subdivisões. Veja, agora, cada uma dessas subdivisões.

Tipos de Tecido Conjuntivo



1) Tecido propriamente dito:

Tecido conjuntivo propriamente dito frouxo: abundante substância intercelular e amorfa, com fibras extremamente espaçadas. Sua função é preencher espaços entre órgãos, dar sustentação e cicatrizar tecidos lesionados.

Tecido conjuntivo propriamente dito denso: pobre em substância intercelular e amorfa, e ao contrário do frouxo, possui muitas fibras e são mais próximas. Quando dispostas de forma não ordenada, formam o periósteo e o pericôndrio, por exemplo. Mas quando as fibras estão dispostas de maneira ordenada, formam os tendões, resistentes e que promovem ligações entre músculos e ossos.

Tecido conjuntivo propriamente dito (hematopoiético) mieloide: presente na medula óssea, produz os glóbulos vermelhos, brancos e plaquetas.

Tecido conjuntivo propriamente dito (hematopoiético) linfoide: presente nos linfonodos, nas tonsilas, no baço e timo, e também em outros órgãos como do sistema digestório, produzindo monócitos e linfócitos, que são tipos de glóbulos brancos.  

2) Tecido conjuntivo de transporte: transportam substâncias ao longo de todo o corpo e também tem função de defesa.

Sanguíneo: é formado por uma parte líquida, o plasma, que contém água, sais, aminoácidos, glicose, hormônios, globulinas e albuminas; e também é formado pelos elementos figurados, os glóbulos brancos, vermelhos e as plaquetas.  

Linfático: é o líquido que se forma a partir da substância intercelular em excesso, que extravasa dos capilares sanguíneos. Ne tecido (ou linfa) as células em maior número são os linfócitos.  

3) Tecido conjuntivo de sustentação: mantém a forma do corpo e dão apoio aos músculos.

Cartilaginoso: apresenta dois tipos de células, os condroblastos e os condrócitos, e tem consistência firme, porém não é rígido como o tecido ósseo. Não apresenta vasos sanguíneos e sua nutrição é feita através do tecido conjuntivo que o envolve. Sua função revestimento e sustentação, para que a estrutura (articulações, por exemplo) possa se movimentar.  

Ósseo: é um componente rígido dos ossos, devido à presença de fibras colágenas e sais de cálcio e fósforo, diferentemente da cartilagem. São formadas pelos osteoblastos (células jovens que atuam na produção de proteínas para formação da matriz óssea), osteócitos (armazenam cálcio) e osteoclastos (modelam a matriz óssea digerindo-a quando necessário e em seguida reabsorvendo-a). 


Próximo
« Prev Post
Anterior
Next Post »